Insuficiência Respiratória Crônica - Clínica Médica Intensiva

Não é uma doença em si, mas uma condição clínica em que há uma perda de função pulmonar progressiva.


Insuficiência Respiratória Crônica

A insuficiência respiratória crônica não é uma doença em si, mas uma condição clínica em que há uma perda de função pulmonar progressiva, de evolução lenta. O pulmão passa a não ser mais capaz de absorver o oxigênio e/ou excretar o gás carbônico adequadamente levando a um quadro que chamamos de hipoxemia (diminuição dos níveis de oxigênio no sangue). Condição essa que gera muito uma queda da qualidade de vida do portador e das pessoas que convivem.


Várias doenças podem levar a esse quadro pulmonares ou extrapulmonares, por exemplo : enfisema pulmonar (D.P.O.C), asma não tratada, fibrose pulmonar, câncer de pulmão, embolia pulmonar, insuficiência cardíaca, hipertensão pulmonar etc... A Insuficiência respiratória geralmente é o estágio final dessas doenças.


Os sintomas da Insuficiência respiratória geralmente se confundem com os sintomas das doenças que a causou, falta de ar progressiva, isto é, começa aos grandes esforços progride para falta de ar em repouso; cansaço; pontas dos dedos e lábios roxos, tontura, alteração da visão, sonolência, aumento da frequência respiratória entre outros.


Em geral quando as doenças atingem esse estágio, o tratamento com medicamentos é pouco ou nada eficaz e as opções de tratamento se resumem a suplementar oxigênio (uso de cilindro de oxigênio por máscara ou cateter nasal) ou transplante pulmonar em alguns casos selecionados. Por isso o importante é não deixar que as doenças evoluam até esse ponto, medidas com parar de fumar, praticar atividades físicas regulares, evitar excesso de peso e fazer acompanhamento médico frequente é a melhor forma de evitar esse desfecho.

 




Insuficiência Respiratória Crônica Insuficiência Respiratória Crônica

Para maiores informações entre em contato



Compartilhar: